Fm Jardim

sábado, 22 de junho de 2013

Bonner e Poeta ficam perdidos em cobertura ao vivo; Globo teme invasão

bonner Bonner e Poeta ficam perdidos em cobertura ao vivo; Globo teme invasão
William Bonner durante transmissão ao vivo (Fotos: Reprodução/Globo)
Não se fala em outra coisa nos bastidores da Globo, na tarde desta sexta (21), que não seja o fiasco que tem sido a transmissão da Globo das manifestações populares, principalmente na noite de ontem em que ficaram no ar um tempão ao vivo.
William Bonner, mesmo sendo mais experiente que Patricia Poeta, estava totalmente perdido. Visivelmente contrariado, ficava dando mil explicações, quase pedindo desculpas pelo fato de a Globo ter cortado parte da Copa das Confederações (com o jogo Espanha x Taiti) e tirado do ar os telejornais locais e as novelas das seis e das sete.
Patricia Poeta, que está acostumada somente a ler os textos no teleprompter, parecia uma barata tonta, tadinha.
bonner poeta Bonner e Poeta ficam perdidos em cobertura ao vivo; Globo teme invasão
Bonner e Patricia Poeta pareciam atordoados
De um modo geral, a cobertura da Globo tem deixado a desejar. Nem se compara ao que Marcelo Rezende está fazendo na Record e Datena na Band.
Os repórteres da Globo também estão tão perdidos que um deles, ao ver um carro do SBT pegando fogo, tentou explicar ao telespectador que SBT é uma emissora de TV... Como assim? Então quer dizer que as pessoas só sabem o que é Globo?
Globo muda de postura e reforça segurança por temer invasão de manifestantes
Com medo das ameaças do público que vem recebendo, a Globo, que inicialmente estava generalizando e dando a entender que os protestos populares eram vandalismo, agora só se refere ao movimento como "manifestação pacífica com interferência de baderneiros".
Mudaram totalmente de opinião?
Apesar de manifestantes revoltados terem colocado fogo em carros da Record e do SBT, a Globo é a que mais tem sofrido ameaças.
A determinação é reforçar ao máximo a segurança, tanto que os repórteres só estão fazendo reportagem na rua com microfones sem o logotipo da emissora. Além disso, estão mandando pessoas com rostos menos conhecidos, pois Caco Barcellos, que é mais famosinho, quase se deu mal no dia em que foi fazer a cobertura.
Nesta quinta (20), os repórteres faziam a transmissão em cima da cobertura de prédios para não serem hostilizados na rua. Um repórter da Globo News levou um tiro de borracha na testa e teve de fazer cirurgia plástica.
A sede da emissora no Rio, no Jardim Botânico, está com carros de polícia na porta, extintores e mangueiras de incêndio desenroladas em locais bem acessíveis, além de barras de ferro prontas para serem colocadas se for necessário.
No dia em que os manifestantes ameaçaram invadir a Globo de SP, no início da semana, os funcionários ficaram até tarde na emissora por determinação da direção até que a poeira baixasse.
Fonte:http://entretenimento.r7.com/blogs/fabiola-reipert/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.