Fm Jardim

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Prefeito e primeira dama de São Gonçalo do Amarante anunciam que estão curados do C-19

O prefeito Paulo Emídio e a primeira-dama do município de São Gonçalo do Amarante acabam de anunciar que estão curados do coronavírus.

O anúncio veio por meio de uma publicação no perfil do instagram de Terezinha Maia, suplente de deputada estadual do Rio Grande do Norte.
fonte-https://www.jairsampaio.com/

COVID-19: Altas hospitalares superam mortes e Brasil tem 55 mil leitos de UTI e quer instalar mais 30 mil


Na entrevista coletiva de hoje, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou que nas últimas 24 horas o Brasil registrou 173 altas hospitalares, ante 114 mortes nos hospitais do país por Covid-19, registra O Globo.
Gabbardo acrescentou que as “altas” podem ser da UTI e de enfermarias. “Normamente, o paciente quando está em UTI não vai para casa. Vai para o quarto e depois vai para a residência.”

Secretário de Saúde do RN defende quarentena com uso das Forças Armadas “para fazer valer toque de recolher”


Na entrevista coletiva de imprensa realizada nessa terça-feira, 07, para atualização de ações do Governo do RN em combate ao Covid-19, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, apresentou relatório com projeções feitas pela Imperial College London, instituição britânica com um foco em ciência, engenharia e medicina, que subsidiou o documento emitido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
“O que fizemos já evitou, com certeza, a aceleração da transmissão e, consequentemente, o número de mortes. Mas quando olhamos os números e as tendências constatamos a importância de manter as medidas e intensificá-las. O ideal seria a supressão total da circulação de pessoas, mantendo apenas as exceções estritamente necessárias, como alguns países europeus fizeram já depois de a crise instalada. Somente com medidas mais rígidas de isolamento social poderemos reduzir o contágio e retardar o esgotamento do sistema de saúde, anunciado para o final de abril ou início de maio”, afirmou Cipriano Maia.
Sobre a gravidade da situação, Cipriano alertou que “Não precisamos esperar para crer. Muitas pessoas não têm sintomas. Outras podem ter sintomas gripais, mas 15% podem ter quadros graves e 5% críticos de índice de mortalidade, o que não é desprezível. Então as pessoas precisam despertar para a realidade do quadro. Evitar qualquer tipo de contato, de aproximação, de cumprimentos e manter o distanciamento é a regra básica que o mundo tem seguido que a Organização Mundial de Saúde tem recomendado para que evitemos o crescimento acelerado e a sobrecarga do sistema de saúde com desassistência e morte sem assistência, que é o que poderá ocorrer nos próximos dias no Rio Grande do Norte e como ocorre em vários países do mundo”.
O secretário de Saúde informou que o Governo do RN está intensificando as ações através de todos os seus órgãos, inclusive do sistema de segurança para ampliar o isolamento social. O Poder Executivo Estadual também está atuando junto às prefeituras para o cumprimento das normas emitidas por decreto que contribuem para aumentar o distanciamento social.
Cipriano também defendeu como medida ideal a decretação de quarentena pelo Governo Federal. “Inclusive mobilizando as Forças Armadas para fazer valer toque de recolher, pois não queremos chegar ao estágio que a Itália vivenciou há algumas semanas”.

Após um mês preso, Ronaldinho Gaúcho paga fiança de R$ 8,35 milhões e vai para prisão domiciliarApós um mês preso, Ronaldinho Gaúcho paga fiança de R$ 8,35 milhões e vai para prisão domiciliar


Nesta terça-feira (7), dia em que completou um mês preso junto com seu irmão, o empresário Roberto Assis, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho sairá da penitenciária que está no Paraguai e irá para prisão domiciliar.
O atleta e seu irmão, porém, seguirão detidos no país vizinho ao Brasil hospedados em um hotel na capital paraguaia, sob constante supervisão policial, enquanto o processo seguirá sendo apurado.
O pedido de prisão domiciliar foi concedido pelo juiz Gustavo Amarilla, que determinou o pagamento de fiança no valor de US$ 1,6 milhão (R$ 8,35 milhões).
Ronaldinho e o irmão estavam presos em regime fechado desde o dia 6 de março sob a acusação de entrarem no Paraguai com passaportes falsos. Eles receberam os documentos na sala VIP do aeroporto internacional Silvio Petirossi, em Luque, cidade vizinha à capital, e a apreensão dos documentos deu início a uma investigação mais ampla do Ministério Público paraguaio que já levou 15 pessoas para a prisão e que envolve até mesmo lavagem de dinheiro.

Por Revista Fórum Fonte-https://www.jairsampaio.com/

Raí Saia Rodada promete sacudir o sabadão com sua primeira live; com participação de Luan EstilizadoRaí Saia Rodada promete sacudir o sabadão com sua primeira live; com participação de Luan Estilizado


Uma das lives mais esperadas pelo público forrozeiro vai acontecer no próximo sábado. Raí Saia Rodada comunicou hoje que fará um ao vivo com o também forrozeiro Luan Estilizado.
Programada para iniciar às 17 horas, Raí promete sacudir o sabadão dos seus seguidores e forrozeiros com a live, que terá canções renomadas da Saia Rodada e que fazem sucesso no país.

C-19: Vivaldo pede a prefeitos agilidade na solicitação de “Decreto de Calamidade”


O deputado Vivaldo Costa (PSD) participou nesta terça-feira (7) da primeira sessão plenária remota realizada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Por meio de videoconferência o parlamentar usou da palavra e falou da importância da votação dos vinte e nove Decretos Legislativos de calamidade pública dos municípios do RN. “Uma vez aprovado estes decretos os municípios tem mais segurança jurídica e liberdade para assistir sua população”, contou.
Ainda na fala Vivaldo fez uma apelo a todos os prefeitos do Rio Grande do Norte que possam solicitar o decreto, antes do coronavírus chegar a todos os municípios. “As cidades pequenas, médias e grandes, que ainda não requereram o Decreto Legislativo, que façam o quanto antes. Aproveitem antes de a doença chegar, pois ela chegará a todos as cidades, distritos e municípios. É o que está programado”.

Vivaldo disse que os governos têm por obrigação socorrer os menos favorecidos já que a crise econômica está acontecendo. “Com a experiência que tenho como médico, deputado, nos meus oitenta anos de idade o que posse dizer: de imediato não temos outro recurso se não ficar em casa. Não tem outra proteção. Isso serve para todos, de todas as idades”, finalizou.

Relatório do Volume dos Principais Reservatórios do RN


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pela segurança hídrica potiguar. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (06), indica que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório estadual, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, atualmente acumula 790.298.286 m³, percentualmente, 33,3% da sua capacidade total. No mesmo período de 2019 o manancial estava com 676.720.000 m³, que correspondiam a 28,20% do seu volume máximo.
As reservas hídricas superficiais totais do Estado atualmente são de 1.439.787.749, percentualmente, 32,89% do volume máximo que os mananciais monitorados pelo Igarn conseguem acumular juntos, que é de 4.376.444.842 m³. No início de abril de 2019, as reservas hídricas potiguares acumulavam 1.249.274077 m³, que representavam 28,54% da capacidade total estadual.
A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial estadual, com capacidade para 599.712.000 m³, atualmente acumula 173.357.310 m³, percentualmente, 28,91% do volume máximo que consegue represar. No início de abril do ano passado o reservatório acumulava 140.444.620 m³, o que representava 23,42% da sua capacidade.
O reservatório Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292.813.650 m³, acumula atualmente 142.988.458 m³, percentualmente, 48,83% do seu volume máximo. Em 2019, no mesmo período, a barragem estava com 118.602.771 m³, que representavam 40,50% do seu volume total.
A barragem de Pau dos Ferros continua recebendo recarga e já acumula 13.674.986 m³, percentualmente, 24,93% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No mesmo período de 2019 o reservatório estava com 1.072.922 m³, que representavam 1,96% do seu volume máximo. Este já é o maior volume de águas acumulado no manancial desde 2012.
O reservatório de Lucrécia recebeu boa recarga e já acumula 6.702.971 m³, que representam 27,08% da capacidade total do manancial que é de 24.754.574 m³. A última vez que o açude da cidade chegou a este volume foi em julho de 2012. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 3.231.912 m³, que representavam 13,06%da sua capacidade.
Já o açude de Pilões, que estava seco até o dia 04 de março, acumula atualmente 621.875 m³, que representam 10,54% da sua capacidade que é de 5.901.875 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 105.500 m³, percentualmente, 1,79% do seu volume total.
O reservatório Marechal Dutra, também conhecido como Gargalheiras, acumula atualmente 12.434.773 m³, percentualmente, 27,99% da sua capacidade total que é de 44.421.480 m³. No mesmo período de 2019 o manancial estava seco.
Até o momento, sete reservatórios sangraram nesta quadra chuvosa, são eles: Apanha Peixe, localizado em Caraúbas; açude Dourado, localizado em Currais Novos; o açude do município de Encanto; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz; açude Pataxó, localizado em Ipanguaçu; açude Beldroega, localizado em Paraú e Santo Antônio de Caraúbas, localizado em Caraúbas.
Dos 47 mananciais monitorados pelo Igarn, 5 permanecem em nível de alerta, com volumes inferiores a 10% da sua capacidade total, o que corresponde a 10,63% dos mananciais. Já os que estão secos são 2, percentualmente, 4,25% dos açudes monitorados. No mesmo período do ano passado os reservatórios com menos de 10% da sua capacidade total eram10, percentualmente, 21,27% dos mananciais monitorados. Já os secos eram5, percentualmente, 10,63%.
Os mananciais que permanecem em nível de alerta são: Passagem das Traíras, em São José do Seridó, com 1,64% (porém o reservatório passa por obras não sendo possível grande acumulo); o açude Itans, em Caicó, que está com 3,88%; açude Esguicho, em Ouro Branco, com 0,74% ; açude Zangarelhas, em Jardim do Seridó, com 0,45% e o açude Jesus, Maria José, localizado em Tenente Ananias, que está com 9,81% da sua capacidade total.
Os reservatórios que permanecem secos são: o açude Inharé, localizado em Santa Cruz e o açude Trairi, em Tangará.

Assessoria de Comunicação Fonte-https://www.jairsampaio.com/

INSS define regras para antecipar auxílio-doença

Os trabalhadores afastados do emprego por doenças poderão receber um salário mínimo mensal (R$ 1.045) antecipado enquanto não ocorrer a perícia médica.
A medida para o auxílio-doença, que vale enquanto ocorrer a pandemia provocada pelo novo coronavírus, foi regulamentada por uma portaria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicada hoje no Diário Oficial da União.
A portaria regulamenta a Lei 13.982, sancionada no último dia (2) pelo presidente Jair Bolsonaro. Embora se trate da mesma legislação que instituiu a renda básica emergencial para trabalhadores autônomos, a lei também estabeleceu a antecipação de um salário mínimo para quem estiver na fila do auxílio-doença.
Segundo a lei, os requerentes do auxílio-doença poderão receber um salário mínimo por mês antecipado por até 90 dias ou até a realização de perícia médica federal, o que ocorrer primeiro. Posteriormente, o valor será descontado quando o benefício for liberado.
Para evitar aglomerações nas agências do INSS, que estão funcionando com plantões reduzidos apenas para casos essenciais durante a pandemia, os trabalhadores poderão pedir o auxílio-doença apenas apresentando o atestado médico, sem a necessidade de perícia médica presencial. O documento pode ser fotografado e enviado por meio do Portal Meu INSS ou pelo aplicativo de mesmo nome.
A perícia será feita de forma eletrônica, com o médico perito federal analisando a validade do atestado e definindo a liberação do auxílio. Segundo o INSS, todo o processo pode ser feito pela internet, sem a necessidade de deslocamento até uma agência do órgão.
Parâmetros
A portaria publicada hoje define os parâmetros de análise do atestado médico. O documento deve estar legível e sem rasuras; conter a assinatura do profissional emitente e carimbo de identificação, com registro do conselho de classe; trazer o Código Internacional de Doenças (CID), com informações sobre a doença, e conter tempo de repouso necessário.
Depois de 90 dias, caso o trabalhador necessite prorrogar a antecipação do auxílio-doença, deverá apresentar um novo atestado médico. A portaria definiu três casos em que o segurado terá de fazer a perícia médica presencial depois do fim da pandemia, mesmo tendo o benefício liberado: quando o período de afastamento da atividade, incluídas as prorrogações, ultrapassar o prazo máximo de três meses; conversão da antecipação em concessão definitiva do auxílio-doença e negação da antecipação quando o atestado enviado pela internet não atender aos requisitos exigidos.



Fonte- Robson Pires, em

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) regulamentou os procedimentos de colação de grau antecipada, em caráter excepcional, para alunos do último período dos cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia. A normativa foi publicada na segunda-feira, 6, e visa a auxiliar o estado nas ações de combate à pandemia do novo coronavírus.
Os requisitos necessários para solicitar a colação de grau antecipada, mantidas as demais exigências de integralização curricular, são ter cumprido 75% da carga horária do internato do curso de Medicina ou 75% da carga horária do estágio curricular obrigatório dos cursos de Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia.
O processo de colação de grau individual antecipada será instaurado mediante requerimento do estudante que tiver interesse, por meio da coordenação do curso.
TN



Fonte-Robson Pires, em

Jair Bolsonaro convocou Luiz Henrique Mandetta para uma conversa no Palácio do Planalto, às 9 horas.
Deve durar apenas 30 minutos.
Ou o Ministro da Saúde sai de lá demitido, ou ele sai abanando para a imprensa uma caixinha de cloroquina.
O Antagonista Fonte-https://robsonpiresxerife.com/

terça-feira, 7 de abril de 2020

Governo pode liberar nesta terça aplicativo para informal pedir auxílio de R$ 600 e começar os pagamentos já nesta quarta


O governo federal promete apresentar nesta terça-feira um aplicativo de celular e uma página na internet para que trabalhadores informais que não estão na base de dados do Cadastro Único (CadÚnico), como beneficiários do Bolsa Família, possam requerer o auxílio financeiro emergencial que o governo promete pagar a partir desta semana.
O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou na segunda-feira que os trabalhadores informais que têm conta na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil deveriam começar a receber o auxílio de R$ 600 a partir desta terça, mas o governo não tinha publicado, até o inicio da noite, qualquer ato formal que autorizasse esse pagamento. O decreto presidencial com os detalhes da medida, base legal que permitirá à Caixa dar prosseguimento aos desembolsos, não foi divulgado na segunda-feira nem o cronograma de pagamento.
A Caixa avisou que divulgará o calendário nesta terça. Lorenzoni afirmou, em entrevista à rádio Gaúcha na segunda-feira, que o pagamento começaria nesta terça com os trabalhadores inscritos no CadÚnico, gerido pelo Ministério da Cidadania. Para isso, a Dataprev, estatal responsável pelo processamento de dados do INSS, está extraindo do cadastro quem são os trabalhadores que podem receber o auxílio.
— Quem tem conta na Caixa deve começar a receber a partir de amanhã (hoje), quem tem conta no Banco do Brasil, a mesma coisa, o crédito cai direto na conta e, entre terça-feira e quarta, a gente já distribui para o resto da rede bancária — disse o ministro, acrescentando que essa primeira rodada deve contemplar entre 10 milhões e 18 milhões de trabalhadores.
De acordo com o ministro, o governo também pretende acelerar os pagamentos para os informais que estão fora do Cadastro. Neste caso, a Caixa precisa pôr à disposição um aplicativo de celular e uma página na internet para que os trabalhadores possam se cadastrar.
A expectativa, segundo o ministro, é rodar os dados dentro de 24 horas e começar os pagamentos na quarta-feira. Ele afirmou que o aplicativo está em fase final de validação e deve começar a funcionar hoje pela manhã. Os beneficiários do Bolsa Família, que já têm renda, começam a receber a partir de 16 de abril, de acordo com o calendário regular.
Uma minuta de decreto, à qual O GLOBO teve acesso, estabelece que mulheres e trabalhadores mais idosos terão prioridade para receber o pagamento do auxílio nas famílias com renda até três salários mínimos. A lei permite que duas pessoas por família possam receber. Na sequência, vêm os membros com menor renda individual.
Para os trabalhadores que estão fora do cadastro, haverá cruzamento de dados, sobretudo de renda própria e do grupo familiar. As assessorias do Ministério da Cidadania e da Caixa não deram informações sobre o pagamento até o fechamento dessa edição.
O GLOBO

A China não registra mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas


A China não registrou mortes por Covid-19 de ontem para hoje.


É a primeira vez que isso acontece desde 19 de janeiro.
Em Wuhan, depois de dois meses e meio de lockdown, caem as medidas mais restritivas.
A partir de meia-noite, será permitido sair da cidade de carro, avião ou trem.
O ANTAGONISTA Fonte-https://www.blogdobg.com.br/

SITUAÇÃO É GRAVE: Única empresa que atende edital para o Hospital de Campanha do RN é desclassificada. E agora?


O BlogdoBG recebeu a informação que apenas uma empresa participou do chamamento público emergencial para o Hospital de Campanha do Governo do Estado.
Mas a empresa não cumpriu as normas do edital e foi desclassificada. O prazo era até esta segunda(6).
VOLTAMOS A ESTACA ZERO.
Segundo apuramos, o Governo do Estado deverá chamar o MPF e o MP e fazer um chamamento nacional para ver se alguma empresa se habilita.
Enquanto ficamos aqui de queda de braço política, corremos o sério risco de ficarmos sem um hospital de Campanha num prazo que a população potiguar venha precisar.
Conversei ontem com diretor de hospital privado, com ex-dirigente de um hospital público e com um diretor de um plano de saúde, os três foram categoricos que vamos ter problema graves de UTI dentro de 30 dias na rede pública e privada, independete se você tem plano de saúde e dinheiro para pagar.
Lembrando que o Hospital de Campanha montando pela prefeitura de Natal, que vai começar a operar na semana que vem, não terá leitos de UTI no primeiro momento.
Neste momento tem 56 pessoas internadas nas UTIs no estado devido ao COVID-19.
Fonte blog do BG

Governo Federal suspende pagamentos de FGTS, INSS e Seguro para empregados domésticos

governo permitiu que os empregadores domésticos adiem o pagamento de FGTS, INSS e de seguro contra acidentes. No caso do INSS, é possível suspender os pagamentos de março, abril e maio; para os demais encargos, a dispensa é para março e abril.
Para serem beneficiados no primeiro mês, os patrões precisam editar o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) até hoje. Os débitos de FGTS começarão a ser pagos a partir de julho e poderão ser parcelados em seis vezes, de julho a dezembro. Já os de INSS e de seguro serão pagos juntamente com as contribuições referentes aos meses de julho e setembro, respectivamente. Em ambos os casos, não haverá incidência de multa por atraso.

O Coronavírus e o impacto na eleição municipal de 2020



Fonte-Robson Pires
Weber
Rosa Weber criou um grupo de trabalho no Tribunal Superior Eleitoral para avaliar os impactos da epidemia do novo coronavírus na eleição municipal deste ano.
Os técnicos deverão avaliar sobretudo “as condições materiais para a implementação” do pleito, consultando os Tribunais Regionais Eleitorais.

Medicamento contra Aids tem mais efeito que cloroquina para coronavírus, diz estudo da Fiocruz


Um grupo de cientistas da Fiocruz publicou estudo sobre os efeitos do Atazanavir, já usado no tratamento de pacientes com HIV, e seus efeitos sobre o coronavírus.
Os resultados foram promissores: o medicamento, em laboratório, performou melhor do que a cloroquina.
Os testes foram feitos in vitro. Ainda é preciso fazer ensaios clínicos, em pessoas, para que seus efeitos positivos sejam comprovados no uso prático.
No laboratório, ele se mostrou eficiente para quebrar uma enzima chave para a multiplicação do novo coronavírus, o que impediria a sua multiplicação no organismo.
“O Atazanavir pode vir a compor o arsenal de me dicamentos contra o coronavírus”, diz Thiago Moreno Souza, da Fiocruz, que participa do estudo.
Uma das vantagens do Atazanavir é ser um antirretroviral já conhecido e fabricado no Brasil.
MÔNICA BERGAMO Fonte-https://robsonpiresxerife.com/

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Médica de 71 anos é segunda pessoa morta por coronavírus em Natal


Uma médica de 71 anos de idade, com histórico de hipertensão, foi a segunda pessoa a morrer por causa do novo coronavírus em Natal. A proctologista Maria Altamira de Oliveira morreu neste domingo (5) e essa foi a sétima morte provocada pela Covid-19 no Rio Grande do Norte.
A Secretaria Municipal de Saúde da capital confirmou as informações. Segundo a SMS, Maria Altamira esteve nos Estados Unidos entre 7 e 18 de março e, depois de voltar, no dia 21, começou a sentir os sintomas do vírus.
No dia 23 de março procurou a rede privada de saúde, com dificuldades para respirar e dores pelo corpo. A médica ficou internada a partir daquele dia e morreu neste domingo (5).
O estado potiguar tem atualmente com 242 casos confirmados de novo coronavírus. Ao todo, são 2.354 casos suspeitos, 675 descartados e sete mortes. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) confirmou mais duas mortes no sábado (4). As vítimas são duas idosas.
Em Taipu, trata-se de uma senhora de 90, com doença cardíaca crônica. Ela foi atendida em um hospital público da cidade em que residia, realizou o teste no dia 26 de março e faleceu na sexta-feira, dia 3. O resultado do teste foi informado neste sábado.
O outro caso é de uma senhora de 93 anos, moradora de Tenente Ananias, e está em investigação se ela tinha alguma comorbidade. Foi atendida no Hospital Regional de Pau dos Ferros, onde ficou internada. Fez a coleta dos exames no dia 28 de março e morreu no dia 29. O resultado só foi liberado neste sábado.
As outras quatro mortes por coronavírus registradas no RN são: um professor de química, de 61 anos, um jovem gastrólogo de 23 anos, que morreu em Natal, um técnico de enfermagem de 48 anos de Mossoró e uma idosa de 90 anos também de Mossoró.

Cantora de forró sofre acidente após realizar live em prol de membros da banda

A cantora de forró Lucinha Owens, ex-vocalista da banda Mel com Terra, sofreu um acidente de carro, neste sábado (4), após deixar membros da banda em diferentes localidades.

Na noite do acidente, a artista tinha realizado uma live para arrecadar doações aos membros da equipe musical que estão sem se apresentar. Em uma via no município do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, ela perdeu o controle do veículo ao desviar de um buraco e colidiu o veículo com um muro.
O acidente aconteceu após Lucinha Owens deixar o último integrante da banda. Ela seguia para casa, no bairro Messejana, em Fortaleza. O veículo da cantora ficou completamente destruído.
A vocalista sofreu escoriações no corpo e um forte impacto na cabeça. Populares realizaram os primeiros atendimentos após o acidente. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas Lucinha Owens foi para um hospital privado com apoio do marido.

Ainda assustada com o ocorrido, na manhã desta domingo (5), ela agradeceu a Deus pelo dom da vida nas redes sociais. Lucinha Owens foi medicada e recebe cuidados em casa.

Bolsonaro diz que usará a caneta contra integrantes do governo que viraram estrelas

Foto: Alan Santos/PR
Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (5) que algo subiu à cabeça de integrantes de seu governo e que “a hora deles vai chegar”, pois não tem “medo de usar a caneta”.
“Algumas pessoas no meu governo algo subiu a cabeça deles. Eram pessoas normais, mas, de repente, viraram estrelas, falam pelos cotovelos, tem provocações. A hora deles não chegou ainda não. Vai chegar a hora deles.”
“E a minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta, nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil. Não é para o meu bem. Nada pessoal meu”, afirmou Bolsonaro a um grupo de religiosos que se aglomerou diante do Palácio da Alvorada.

Números na Espanha, França, Itália, Alemanha, Bélgica começam a melhorar e países já analisam fim da quarentena


coronavírus ainda faz novos doentes e provoca mortes todos os dias na Europa, mas esses números diários estão decrescendo em alguns países.
Enquanto parte dos governos estendeu as quarentenas, a redução no contágio faz crescer a discussão sobre como retomar a atividade, paralisada há quase um mês na Itália e há três semanas na maioria dos outros países.
Neste domingo, a Espanha divulgou o menor crescimento de mortes diárias em nove dias: 674 em 24 horas, elevando o total para 12.418. O número de novas infecções subiu 5%, também a menor taxa de crescimento desde o começo da crise.
A Espanha tem neste domingo 130.759 infectados, o segundo maior no mundo, atrás dos EUA. O país entrou em quarentena em 15 de março, 11 dias depois da primeira morte.
Apesar da queda nos novos registros, ainda há hospitais com capacidade de atendimento esgotada, e o governo espanhol renovou as medidas de isolamento até 25 de abril.
SEM CAOS NA BÉLGICA
Na Bélgica, o número diário de internações em UTIs teve neste domingo sua maior redução: houve 16 novos pacientes internados, o menor número desde 20 de março, quando começaram os registros oficiais.
Em quarentena desde o dia 17 de março, seis dias depois da primeira morte, a Bélgica não enfrentou colapso nos hospitais nesta pandemia. A ocupação dos leitos para cuidados intensivos se manteve em cerca de 50% na última semana, com 1.261 casos graves de Covid-19.
MENOS PRESSÃO NA ITÁLIA E NA FRANÇA
Na Itália, que completa um mês de quarentena na próxima quinta (9), também caiu o número diário de internações em hospitais em UTI. De 1.276 novas entradas diárias em hospitais e 120 novos casos em UTI em 23 de março, passou a 201 internações diárias e 15 casos em UTI na sexta (3).
Entre sexta e sábado, o número total de internados em UTIs caiu 74, e entre sábado e domingo, houve nova redução, de 17. No total, 3.977 doentes estão em cuidado intensivo no país.
Foi neste domingo o menor incremento no número de mortes em duas semanas, 525, e pela primeira vez, caiu o número de hospitalizados, de 29.010 para 28.949.
No mesmo pronuciamento em que anunciou uma prorrogação da quarentena até 13 de abril, o premiê Giuseppe Conte afirmou que espera o aval de cientistas para começar a relaxar as restrições, mas que, apesar de números recentes, não pode antecipar uma data.
Na noite de domingo, o Ministério da Saúde da França também divulgou número menor de mortes: 357, elevando o total a 5.889. Nas 24 horas anteriores, 441 pessoas haviam morrido.
O número de internações em UTIs caiu por seis dias consecutivos, para menos da metade: de 359 no dia 29 de março para 140 neste domingo.
BAZUCA” DE TESTES NA ALEMANHA
A desaceleração acontece também em países que têm intensificado o número de testes (o que aumenta o número de confirmações), como a Alemanha, que registrou números menores de novos casos em três dias seguidos.
Do sábado para domingo, foram 5.936 casos confirmados, elevando o total para 91.714, quarto maior número no mundo. Na véspera, o número de casos havia subido 6.082, e, de quinta para sexta, 6.174.
O número de mortes nas últimas 24 horas subiu para 184, depois de vários dias estacionado em 140. São 1.474 mortos até agora, nono maior número global.
Neste final de semana, a Alemanha atingiu a capacidade de testar 100 mil pessoas por dia, segundo o instituto de controle de doenças Robert-Koch, um crescimento de 14 vezes em relação ao começo de março. No total, já foram feitos 1,5 milhão de exames para detectar infectados.
Os alemães preparam agora um novo programa intensivo de testes, este para descobrir quem desenvolveu anticorpos contra o coronavírus —o que acontece quando o corpo entra em contato com o patógeno e reage à infecção, derrotando-a.
O Centro Helmhotz de Pesquisa de Infecções (HZI) vai coordenar um estudo com 100 mil participantes, para detectar a presença dos anticorpos.
Em tese, um resultado positivo poderia significar imunidade. “Indivíduos imunes poderiam ter um certificado semelhante ao de vacinação, que os isentasse de restrições em algumas atividades, afirmou o coordenador do estudo, Gérard Krause.
‘PASSAPORTE DE IMUNIDADE’ NO REINO UNIDO
É essa uma das estratégias também do Reino Unido, que vem estudando a ideia de um “passaporte de imunidade”, segundo o secretário da Saúde, Matthew Hancock. O país negocia 17,5 milhões testes de anticorpos e tem planos para submeter um quarto da população a eles em meados deste mês.
Conselheira-adjunta para assuntos médicos do governo britânico, Jennie Harries disse também neste domingo que regiões do país em que haja mais imunidade podem voltar à atividade antes. O retorno será feito “com muita cautela”, no entanto, para evitar uma segunda onda de infecções.
A ideia é arriscada, segundo cientistas, porque ainda não se sabe com certeza se quem se curou da doença desenvolveu imunidade duradoura. “Certificados de imunidade podem dar uma falsa segurança, que leve as pessoas a reduzirem cuidados indispensáveis”, escreveu a professora de imunologia da Universidade de Edimburgo, Eleanor Riley, no jornal britânico Guardian.
Se depender desses “passaportes”, a volta ao normal dos britânicos vai atrasar: nenhum dos nove diferentes tipos de kits de teste recebeu aprovação até este final de semana.
Além disso, o Reino Unido entrou em quarentena apenas duas semanas depois de registrada a primeira morte: em 21 de março foram fechados bares e restaurantes, no dia 23, suspensas as aulas e apenas no dia 24 houve ordem para que saídas de casa fosem evitadas.
Embora tenha divulgado um número positivo neste final de semana —o pico esperado para internações em UTI caiu de 30 mil leitos com equipamento de respiração para 18 mil—, há relatos de superlotação e falta de equipamentos em hospitais brigânicos, e o número de casos está em aceleração. Chegou a 47.806 neste domingo, com 4.934 mortos.
O pouco tempo de quarentena e a crise nos hospitais não impede, porém, uma pressão crescente por um “mapa da retomada” no Reino Unido. Recém-escolhido líder do Partido Trabalhista, Keir Starmer pediu um plano púlbico em entrevista à rede de TV BBC: “O governo precisa publicar a estratégia de saída do lockdown. O público quer saber quando isso vai terminar”.
A oposição se soma a vozes dentro do próprio governo, como Rishi Sunak, o equivalente ao ministro das Finanças no Reino Unido.
Segundo o Sunday Times, Sunak tem pedido que a pasta da Saúde comece a discutir um cronograma para a retomada da atividade econômica, algo que ainda não é possível do ponto de vista técnico, segundo um dos principais conselheiros do governo, o epidemiologista Neil Ferguson, do Imperial College.
OS PIONEIROS ESLOVÁQUIA E DINAMARCA
A volta ao normal não será simples, como mostra preocupação recente do governo da Eslováquia, primeiro país europeu a reabrir parte das lojas, em 28 de março, quando não registrava nenhuma morte por Covid-19.
A Eslováquia adotou confinamento total no dia 12 de março, quando apenas dez pessoas haviam contraído o coronavírus. Foram proibidas viagens, e as fronteiras ficaram abertas apenas para residentes no país. Todos os eventos culturais, esportivos e religiosos foram suspensos, assim como partidas esportivas. O governo eslovaco também proibiu visitas a hospitais e casas de idosos e suspendeu aulas em todas as escolas.
Na última quinta (2), após o registro do primeiro caso fatal no país, o premiê Igor Matovic voltou a cogitar um fechamento mais rigoroso, mas o recuo não tem apoio da oposição.
Na Dinamarca, outro país que mencionou publicamente como retomar as atividades, a primeira-ministra Mette Frederiksen alertou que, quando ela acontecer, será “gradual, suave e controlada”.
O país escandinavo foi um dos primeiros a reagir depois que a Itália decretou quarentena, em 9 de março. Dois dias depois, o governo dinamarquês proibiu viagens entre seu país e a Itália, e no dia 14 fechou as fronteiras para todos os não residentes.
Também fechou bares, restaurantes, lojas e suspendeu as aulas em todas as escolas.
Em entrevista em 30 de março, quando havia 2.577 casos confirmados e 77 mortes no país nórdico, Mette disse que reavaliaria as medidas de restrição depois da Páscoa. Neste domingo, o país registra 4.369 casos e 179 mortes.​