Fm Jardim

quinta-feira, 30 de abril de 2020

Covid, Corona e Lockdown viram nomes de recém-nascidos na Ásia



covid-marieNa Ásia cada vez mais pais dão a seus recém-nascidos um nome com referência ao novo coronavírus, visivelmente indiferentes às consequências de sua escolha a longo prazo. Entre outras variações estão “Corona”, “Covid” (doença provocada pelo novo vírus) e “Lockdown” (que em inglês significa confinamento).
Quando Tabesa Hill deu à luz em 13 de abril em Bacolod, nas Filipinas, decidiu que a filha deveria ter um “nome que nos recordasse que escapamos da Covid-19”, de acordo com o pai da menina, John Tupas, de 23 anos. Por este motivo, a recém-nascida virou Covid Marie.
Poucas semanas antes, duas mães do sudeste da Índia tiveram a mesma ideia. Algumas pessoas destacaram que a ideia veio de um médico do hospital onde nasceram as crianças. Uma se chama Corona Kumar e a outra Corona Kumari. “Eu disse que ajudaria a sensibilizar [a população] sobre a doença e a acabar com os preconceitos a respeito. Para minha surpresa, aceitaram”, confirmou o médico, S.F. Basha.
Um casal de migrantes do nordeste da Índia, que ficou bloqueado a milhares de quilômetros de sua residência no estado de Rajasthan, optou pelo nome “Lockdown” para seu filho. “Nós demos o nome Lockdown para recordar todos os problemas que enfrentamos durante este período difícil”, explicou o pai da família à imprensa local.

Câmara aprova projeto com público prioritário para teste de covid-19


Brasília 60 Anos - Congresso NacionalA Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) projeto que prioriza profissionais de saúde e dos agentes funerários na testagem do novo coronavírus. O texto obriga poder público e empregadores a fornecerem Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos profissionais que atuam em atividades essenciais e em contato direto com portadores da covid-19, considerando os protocolos indicados para cada situação. A medida segue para o Senado.
Segundo o autor do substitutivo aprovado, deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), apenas os profissionais de saúde que tenham contato direto com infectados ou possíveis infectados pelo coronavírus terão prioridade para fazer testes de diagnóstico da covid-19. “Desse modo, procuramos atender à preocupação com a saúde dos profissionais mais expostos e evitamos eventuais desperdícios de testes”, argumentou o parlamentar.

AGU garante calendário de provas do Enem


ENEMA Advocacia-Geral da União (AGU) informou, hoje (29), que derrubou uma liminar da Justiça Federal em São Paulo que determinava a adequação do calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) conforme o impacto do novo coronavírus (covid-19) no calendário escolar.  Com a decisão, as datas de aplicação das provas impressas ficam mantidas para os dias 1º e 8 de novembro.
De acordo com a AGU,  o Tribunal Regional Federal da 3° Região (TRF3) manteve o calendário após os advogados públicos demonstrarem que o Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, tomaram medidas para garantir que nenhum aluno será prejudicado.

Brasil tem maior taxa de contágio por coronavírus do mundo, aponta estudo do Imperial College de Londres


O Brasil tem o maior número de reprodução de Covid-19 (doença provocada pelo coronavírus) entre 48 países analisados pelo Imperial College de Londres.
O indicador, também chamado de R0, mostra para quantas pessoas cada infectado transmite a doença.
Quanto mais alto, maior a velocidade de transmissão, e maior o risco de uma possível sobrecarga no sistema de saúde.
Na semana que começou nesta segunda (26), o R0 do Brasil era 2,81, ou seja, cada infectado transmite a doença para cerca de 3 pessoas, segundo as estimativas do centro de doenças infecciosas da universidade (MRC), um dos mais respeitados do mundo na análise de epidemias.
Em vários países do mundo, governos têm considerado que as restrições de mobilidade só podem ser relaxadas sem risco para o sistema de saúde se o número de reprodução estiver abaixo de 1.
Na Alemanha, considerada uma das nações mais bem-sucedidas no controle da doença, o número de reprodução calculado pelo MRC é 0,8 (com uma variação de 0,65 a 1,14).
Ao lado dos Estados Unidos, o Brasil é um dos 2 únicos países com previsão de mais de 5.000 mortes para a próxima semana, e a tendência é de crescimento nos contágios, segundo o estudo, assinado por 47 pesquisadores.
O instituto estima a tendência de contágio e o número de mortes na próxima semana, para os 48 países que, nesta semana, contabilizavam ao menos cem mortes pelo coronavírus desde o começo da pandemia e no mínimo dez mortes em cada uma das duas semanas anteriores.
O Brasil faz parte dos 9 entre os 48 países em que a infecção pelo coronavírus está em trajetória ascendente. O mesmo ocorre em Canadá, Índia, Irlanda, México, Paquistão, Peru, Polônia e Rússia.
Com base nos cálculos, a transmissão do coronavírus está caindo em 4 dos 48 países estudados: Itália, França, Espanha e República Dominicana. Em 23, incluindo Alemanha, Portugal, Bélgica, Colômbia e EUA, está estabilizada.
A tendência é incerta em 12 nações, incluindo a Argentina e a Coreia do Sul, afirma o estudo.
Em relação ao número de mortes projetadas para a próxima semana, Brasil e Estados Unidos estão na categoria “muito alto”, acima de 5.000. Há 10 países na categoria “alto” (de 1.000 a 5.000), e 14 na “relativamente alto” (de 100 a 1.000).
Em 22 países, o estudo aponta um número “relativamente baixo” (menos de 100) de mortes na próxima semana.
Para fazer a projeção de mortes para a semana seguinte, o Imperial College se baseia no número divulgado de mortos, que é considerado mais confiável que o de casos confirmados (nos quais a política de testes pode ter muito impacto).
A precisão das estimativas varia de acordo com a qualidade da coleta e divulgação dos dados em cada país. Naqueles em que há falha na divulgação dos dados, as previsões podem estar subestimadas.
O centro também ressalva que as estimativas de transmissão refletem a situação epidemiológica no momento da infecção dos casos de morte por Covid-19. Ou seja, o impacto de medidas de controle aparece com uma defasagem de cerca de dez dias.
NÚMEROS SUBESTIMADOS
Outro objetivo do estudo é analisar a contabilidade de casos por país. Os números de mortes divulgadas é comparado com o de casos informados pelo país, para verificar se a proporção entre os dois dados obedece ao esperado.
As premissas para essa análise são as de que todas as mortes foram informadas, e de que o intervalo entre a confirmação de um caso e a morte é em média de dez dias (com desvio padrão de 2 dias) e a taxa de mortalidade por caso confirmado é 1,38% (de 1,23% a 1,53%, com intervalo de confiança de 95%).
Com base nesses parâmetros, o MRC calcula que o número confirmado de casos no Brasil é 10,4% da quantidade efetiva, o sexto menor entre os 48 países, à frente da Hungria, com 10,3%, e atrás do Reino Unido, com 10,6%. O México é o país com maior subnotificação de casos: com base no número de mortes relatadas, o número de casos confirmados é 5,8% do total efetivo.
Os países mais precisos no relato do número de casos, de acordo com a análise do Imperial College, são Israel (100% dos casos efetivos reportados) e Arábia Saudita, com 93%.
Até 26 de abril, mais de 2,8 milhões de casos de Covid-19 haviam sido confirmados no mundo, com mais de 190 mil mortos.

EXCLUSIVO: ESPOSA DE CARNAUBENSE MORTO POR COVID-19 LAMENTA NOTÍCIAS INF...



A esposa do empresário seridoense Adriano Azevedo Dantas, 41 anos, que faleceu vítima do coronavírus na última sexta feira, 24 de abril, esclarece polêmica das redes sociais desmentindo a positividade do teste feito no HRS. Além da dor da perda, a família ainda se depara com uma situação constrangedora. Relembre notícia da morte do empresario, aqui.

Ex-vereador Paulo Roque assume direção geral da Rádio Caicó AM 1290

O ex-vereador caicoense Paulo Roque, assumiu na manhã desta quarta-feira, dia 29, a Direção Geral da Rádio Caicó AM 1290. Paulo Roque que já é um dos acionistas da emissora recebeu um convite do deputado Vivaldo Costa e aceitou o desafio de conduzir os destinos da empresa neste momento tão árduo da economia brasileira, causado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), onde comprovadamente todas as rádios do País tiveram quedas em suas receitas.
Paulo Roque declarou que a princípio, não ocorrerá nenhuma mudança drástica. A programação seguirá normalmente e o quadro de pessoal também não será alterado. O novo Diretor Geral disse se sentir motivado e espera contar com o apoio de toda estrutura humana da Rádio Caicó AM nesta nova missão. “A experiência profissional da gerente Joseane Santos será primordial. Trata-se de uma pessoa muito inteligente e competente. Mas vou precisar de todos. Do locutor, a pessoa que cuida da limpeza e faz aquele cafezinho gostoso”, contou.

Vale destacar que mesmo assumindo a direção da Rádio Caicó AM, Paulo Roque também continuará desempenhando as suas funções como Chefe de Gabinete do deputado Vivaldo Costa. Apesar da suspensão de atividades (quarentena) na Assembleia Legislativa seguir até o dia 29 de maio, os trabalhos administrativos estão acontecendo de casa (home office). Já as sessões ordinárias acontecem de forma remota. No seu currículo, Paulo Roque ainda tem a experiência como ex-secretário de Ação Social de Caicó e Diretor Social do Hospital do Seridó. “O grande desafio será superar as adversidades que pandemia apresenta”, enfatizou.

Styvenson apresenta projeto para tipificar como crime o aumento abusivo de preços


O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) apresentou nesta terça-feira (28) o projeto de Lei 2.189, de 2020, que propõe alteração no Código de Defesa do Consumidor para tipificar como crime o aumento abusivo do preço de produtos ou serviços em situações de epidemia, desastres de grandes proporções e calamidade pública. “Tais condutas atentam contra os direitos dos consumidores, pois, em situações de alta demanda e baixos estoques, privilegiam a busca pelo lucro desmedido em detrimento da saúde, da dignidade e do bem-estar dos consumidores. Chama a atenção o fato de existirem comerciantes que, de forma criminosa, buscam obter vantagens financeiras excessivas em situações emergenciais como essa”, argumentou o senador.
Ainda no projeto apresentado pelo senador potiguar há previsão de pena de seis meses a dois anos de detenção, além de multa, para quem infringir a lei.

O senador Styvenson lembrou que, conforme amplamente divulgado pela mídia, após o rompimento das barragens em Minas Gerais, houve uma série de aumentos abusivos no valor de produtos necessários à população atingida. Os preços da água mineral, de gêneros da cesta básica e de combustíveis dispararam após as tragédias, revelando extrema ganância de comerciantes das localidades em que ocorreu o desastre. Da mesma forma, itens como álcool em gel, luvas e máscaras tiveram os preços inflados com a chegada do COVID-19. “Essa especulação de preços deve ser prontamente reprimida. Por isso, decidi apresentar projeto para criminalizar o comerciante que aumentar abusivamente o preço de produtos ou serviços em situações de epidemia, desastres de grandes proporções ou de reconhecida calamidade pública”, explicou o senador.

Novo coronavírus infecta 65 bebês no Ceará

Até 16 h desta terça-feira (28), 65 crianças com até um ano de idade foram infectadas pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2) no Ceará, conforme o boletim epidemiológico emitido nesta quarta-feira (29) pela Secretaria Estadual da Saúde. Vinte e oito são do sexo masculino, enquanto 37 são do sexo feminino.
Nove delas, cinco meninas e quatro meninos, precisaram ser hospitalizadas e uma bebê acabou falecendo. Ela tinha três meses de idade e morreu em Iguatu, no dia 6 de abril, sendo a vítima mais jovem da Covid-19 no país até então.
Até 16 h desta terça-feira (28), 65 crianças com até um ano de idade foram infectadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Ceará, conforme o boletim epidemiológico emitido nesta quarta-feira (29) pela Secretaria Estadual da Saúde. Vinte e oito são do sexo masculino, enquanto 37 são do sexo feminino.
Nove delas, cinco meninas e quatro meninos, precisaram ser hospitalizadas e uma bebê acabou falecendo. Ela tinha três meses de idade e morreu em Iguatu, no dia 6 de abril, sendo a vítima mais jovem da Covid-19 no país até então.

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Um dos maiores laboratórios do mundo quer ter vacina contra o coronavírus pronta ainda neste ano e não viria para a America do Sul


O CEO da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta terça-feira (28) que testes preliminares de uma vacina contra o novo coronavírus devem começar nos EUA a partir da semana de 4 de maio.
O início dos testes, porém, ainda depende de autorização das agências reguladoras do país.
Se a nova vacina atender a todos os critérios das autoridades, a Pfizer quer começar a distribuí-la, em caráter emergencial, no outono do Hemisfério Norte, que vai de 22 de setembro a 22 de dezembro.
Nessa primeira etapa, projeta a empresa, a vacina seria distribuída apenas nos EUA e na Europa. Bourla disse ainda que a Pfizer planeja investir US$ 650 milhões no desenvolvimento do medicamento.
A Pfizer é um dos maiores laboratorios do mundo.
O ANTAGONISTA Fonte-https://www.blogdobg.com.br/

COM DIREITO A CONTRAPROVA: Cientistas concluem que o contágio pelo Covid pode acontecer pelo ar em locais fechados


Em busca de respostas para questões ainda não respondidas sobre o novo coronavírus, cientistas chineses concluíram que o contágio pelo Sars-CoV-2 pode acontecer através do ar, por meio de partículas suspensas do agente infeccioso, principalmente em locais fechados, com más condições de ventilação e onde há aglomerações.
Publicada na semana passada no portal especializado medRxiv, a prévia de um estudo realizado por pesquisadores de diferentes instituições da China — entre elas a Universidade de Hong Kong e uma das divisões do Centro de Controle e Prevenção de Doenças — confirmou que clientes de um restaurante da cidade portuária de Guangzhou foram infectados no fim de janeiro sem necessariamente terem entrado em contato físico uns com os outros ou com superíficies contaminadas.
Para os cientistas, a respiração e a fala de um paciente infectado pelo novo coronavírus foram responsáveis por suspender no ar as partículas do vírus, que acabaram circulando através de um fluxo criado por um aparelho de ar-condicionado. A infecção se deu em uma zona restrita do restaurante onde a máquina de ventilação artificial surtia efeitos.
O episódio estudado aconteceu em 24 de janeiro, durante as comemorações do Ano Novo Chinês, e terminou com dez casos de pessoas infectadas no estabelecimento, todas elas pertencentes a três famílias diferentes. No local, apenas um cliente já tinha sido acometido pelo novo coronavírus naquela data: embora estivesse assintomático, ele havia acabado de retornar de uma viagem à cidade de Wuhan, onde o coronavírus foi registrado pela primeira vez no mundo.
A possibilidade de que a transmissão do vírus tivesse acontecido sem contatos físicos no interior do restaurante já havia sido levantada em outro estudo chinês disponibilizado no início do mês pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. A hipótese, no entanto, ganha mais força com a publicação mais recente, considerando que ela reúne, entre outras evidências, a descrição de uma simulação de contágio realizada no próprio restaurante em que estiveram os membros das três famílias infectadas.
A descoberta reforça também a preocupação com a identificação com partículas do novo coronavírus em suspensão encontradas em dois hospitais de Wuhan e em áreas públicas vizinhas a eles, revelada na segunda-feira em um estudo publicado pela revista Nature.
‘Reconstituição’ da cena do contágio no restaurante
Dispostos a entender o ocorrido durante o Ano Novo Chinês, os pesquisadores estiveram no restaurante em 19 e 20 de março, quase dois mês após o registro das infecções no local, e recriaram a cena do contágio.
Com a ajuda de relatos colhidos por agentes de saúde e munidos de diversas informações (como imagens de câmeras de segurança, plantas arquitetônicas e dados meteorólogicos), eles constataram que as três famílias, distribuídas em mesas enfileiradas umas com as outras, compartilharam a mesma zona de fluxo de ventilação estabelecida por um aparelho de ar-condicionado instalado no terceiro andar do restaurante em que elas estavam.
Isso só foi possível com a utilização de um gás marcador com características de propagação no ar semelhantes às do Sars-CoV-2. Ele foi emitido no ambiente como se fossem as partículas do coronavírus contidas nos aerossóis da fala e respiração do “paciente número zero”.
Na ocasião do contágio, a pessoa afetada pela Covid-19, infectada em Wuhan, sentou-se à mesa mais distante daquele aparelho, reunida com quatro parentes. Entre a mesa da família dela e a parede onde estava instalado o ar-condicionado, estavam outras duas mesas em que se reúniam os outros dois grupos familiares que também acabaram se infectando.
Na família do paciente infectado, as quatro pessoas presentes junto com ele no restaurante testaram positivo para o vírus nas semanas seguintes. Em outra família, que se sentou à mesa mais próxima à do infectado, houve três membros infectados entre os quatro que estiveram no local. Na terceira família, cuja mesa estava disposta abaixo do ar-condicionado, dois dos sete membros foram acometidos pelo coronavírus.
As outras pessoas presentes nos cinco andares do restaurante — onde havia 193 clientes e 57 trabalhadores no momento do contágio — não foram infectadas naquela ocasião. Não houve desdobramentos nem mesmo para os 73 fregueses e oito funcionários que, assim como as famílias infectadas, estavam no terceiro andar. O contágio se restringiu à área das três mesas ventiladas pelo mesmo aparelho de ar-condicionado, o que ficou claro na simulação.

Pfizer diz que vacina para covid-19 pode estar pronta no final de 2020



Fonte- Robson Pires

A farmacêutica americana Pfizer disse nesta terça-feira, 28, que uma vacina para a Covid-19 pode estar pronta para uso emergencial nos Estados Unidos durante o outono local, que vai de setembro a novembro, caso seja aprovada em testes de segurança.
Os testes da vacina, que já começaram na Alemanha, podem iniciar nos EUA na próxima semana, se as autoridades reguladores permitirem, disse o CEO da companhia, Albert Bourla, em uma entrevista. Segundo o empresário, os resultados do estudo podem estar disponíveis em maio.
Segundo a Pfizer, se os testes de segurança forem bem-sucedidos, a distribuição da vacina para uso emergencial poderia começar no outono e a autorização para uso geral poderia ocorrer no final de 2020.

Bolsonaro diz que ainda vai apresentar provas de fraude em urnas eletrônicas



Fonte Robson Pires
Jair Bolsonaro disse hoje que tem as provas de que teria vencido as eleições de 2018 ainda no primeiro turno, como declarou no início do ano nos Estados Unidos. Questionado por jornalistas, disse que só vai apresentá-las juntamente com um projeto de lei sobre o assunto.
“Se eu não tivesse [as provas] eu não falaria, meu Deus. Eu sei do peso do que eu falo. Agora, você pode ver, vamos lá para o feijão com arroz. Alguém acredita na urna eletrônica? Levanta o braço aí… Ninguém acredita”, disse, dirigindo-se à claque de apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Banda Grafith faz live solidária para beneficiar profissionais autônomos do turismo


A Banda Grafith fará neste domingo (3), às 17h, mais uma live solidária no YouTube. Desta vez, o show transmitido pela internet tem o objetivo de ajudar os profissionais autônomos do turismo e amenizar o impacto causado pela pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Norte.
A iniciativa é da Secretaria Estadual de Turismo e da Emprotur e visa ampliar a divulgação da campanha RN+Unido, que arrecada recursos que serão revertidos na aquisição de cestas básicas e kits de higiene.
“A conjuntura atual demanda esforços conjuntos para que os trabalhadores mais afetados pela pandemia tenham condições mínimas de sobrevivência. O turismo é o segmento que mais tem sofrido com a paralisação das atividades e, por esse motivo, construímos essa parceria com a banda Grafith e contamos com o apoio de todos”, destacou Aninha Costa, secretária de Turismo.

link para as doações – a partir de R$ 25 – já está nas redes sociais do governo do RN, da Secretaria de Turismo, da Emprotur e da própria banda. A campanha tem o apoio da Associação Brasileira de Agentes de Viagem (Abav RN), da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/RN), Natal Convention, e dos sindicatos de Hotéis, Restaurantes e Similares (SHRBS/RN), de buggy (Sindbuggy/RN), das Empresas de Turismo (Sindetur), e dos Guias de Turismo (Singtur). Veja mais AQUI. 

Criança se afoga na piscina de casa em Caicó


O blog Jair Sampaio foi atrás e descobriu que houve sim um acidente envolvendo uma criança na manhã desta terça feira na cidade de Caicó.
De acordo com o que foi apurado nesta tarde/noite, o pai da criança foi quem fez os primeiros socorros e depois socorreu a criança para o HRS.
Agora, não passam de boatos a notícia de que a criança teria falecido em decorrência deste acidente. ‘Ela está bem e não corre risco de morte!’

“Ela nem foi internada. Ficou em observação no oxigênio enquanto fazia exames e era atendida pelo médico”, disse um profissional do HRS ao blog.

terça-feira, 28 de abril de 2020

Trump culpa China por coronavírus e diz que EUA estão investigando


Trump culpa China por coronavírus e diz que EUA estão investigando Foto: © Isac Nóbrega/PR O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse nessa segunda-feira (26) que a China poderia ter contido o coronavírus antes que ele se espalhasse pelo mundo e que seu governo está conduzindo “investigações sérias” sobre o que aconteceu. “Estamos fazendo investigações muito sérias. Não estamos felizes com a China”, disse Trump em entrevista na Casa Branca. “Há muitas coisas pelas quais ela pode ser responsabilizada.” “Acreditamos que poderíamos ter impedido isso na fonte. Poderíamos ter impedido que se espalhasse tão rápido e não se propagaria por todo o mundo.” As críticas de Trump são as mais recentes de seu governo destinadas à maneira pela qual a China se portou no surto de coronavírus, que começou no fim do ano passado na cidade chinesa de Wuhan e cresceu, tornando-se uma pandemia global que até agora matou mais de 207 mil pessoas no mundo, 55 mil nos Estados Unidos, de acordo com uma contagem da Reuters. Na semana passada, o secretário de Estado, Mike Pompeo, disse que os Estados Unidos “acreditavam fortemente” que Pequim falhou em informar o surto do coronavírus em tempo razoável e acobertou o perigo da doença respiratória causada pelo vírus. O Ministério das Relações Exteriores da China nega as acusações. Agência Brasil, com Reuters
Fonte-https://www.blogdobg.com.br/

Brasil tem quase 200 voluntários dispostos a se infectar com novo coronavírus em possíveis testes de vacina

Brasil tem quase 200 voluntários inscritos em uma plataforma internacional que está convocando pessoas dispostas a se infectar de propósito com o novo coronavírus em testes múltiplos de vacinas. A plataforma, chamada 1 Day Sooner, já tem 3,9 mil inscritos de 52 países. De acordo com os organizadores, até esta segunda-feira (27), 182 eram brasileiros.
Para desenvolver qualquer tipo de vacina, os cientistas precisam percorrer diversas etapas. Entre elas está a pesquisa básica – que é o levantamento do tipo de vacina que pode ser feita – seguida por testes pré-clínicos, que podem ser in vitro ou em animais e que servem para demonstrar a segurança do produto.
Depois, há os ensaios clínicos, que ainda podem se desdobrar em outras quatro fases. Uma das mais demoradas é justamente o teste em humanos.
A iniciativa do 1 Day Sooner pretende ter à mão candidatos para testar diversos tipos de vacinas ao mesmo tempo – o que abrevia algumas etapas tradicionais para chegar a um resultado.
Atualmente, há 76 vacinas contra a Covid-19 sendo desenvolvidas, 71 em estágio pré-clínico e 5 em fase clínica,de acordo com um balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS), com dados até 20 de abril.
“Nosso objetivo é criar as condições prévias necessárias para os testes avançarem, o que envolve garantir um conjunto diverso de voluntários pelo mundo”, afirma Josh Morrison, criador da iniciativa, em entrevista ao G1.
Em 31 de março, pesquisadores dos Estados Unidos e da Inglaterra publicaram um estudo científico no “Journal of Infectious Diseases” em que defendem os testes múltiplos em voluntários para acelerar o desenvolvimento de vacina contra Covid-19. “Esses ensaios podem subtrair muitos meses do processo de licenciamento, disponibilizando vacinas eficazes mais rapidamente”, argumentam no artigo.
Os pesquisadores avaliam que os riscos de infectar voluntários com Covid-19 seriam amenizados se os testes forem feitos em pessoas que não estão em grupos de risco.
“Obviamente, ao desafiar voluntários com esse vírus, corre-se o risco de causar doenças graves e possivelmente até a morte. No entanto, argumentamos que tais estudos, ao acelerar a avaliação da vacina, poderiam reduzir o número global de mortalidade relacionadas ao coronavírus (…) o risco pode ser aceitável se forem feitos testes em adultos jovens e saudáveis, com risco relativamente baixo de doenças graves após infecção natural e se, durante o desafio, eles receberem monitoramento frequente e, após qualquer infecção, os melhores cuidados disponíveis”, afirmam.
Colaboração para acelerar pesquisas de Covid-19
Na última sexta-feira (24), a OMS lançou uma iniciativa de “colaboração emblemática” para acelerar o desenvolvimento, a produção e o uso de medicamentos, testes e vacinas seguros e eficazes para prevenir, diagnosticar e tratar a Covid-19.
OMS lança iniciativa colaborativa para medicamentos, testes e vacinas contra a Covid-19
Segundo a OMS, a iniciativa – chamada de Access to Covid-19 Tools Accelerator, ou o ACT Accelerator –, irá tornar as tecnologias contra a doença “acessíveis a todos que precisam delas, no mundo inteiro”.
“O mundo precisa dessas ferramentas e precisa delas rapidamente (…) Estamos enfrentando uma ameaça comum, que só podemos derrotar com uma abordagem comum”, afirmou Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, no lançamento da iniciativa.
A OMS não cita os testes múltiplos, mas afirma que é preciso “testar todas as vacinas candidatas até que elas falhem.”
“A OMS está trabalhando para garantir que todos eles tenham a chance de serem testados no estágio inicial de desenvolvimento”, diz a organização.

Disque Prevenção ao Coronavírus totaliza 1.430 atendimentos em um mês

Após completado um mês desde que foi implantada, a Central de Atendimento “Disque Prevenção ao Coronavírus” alcançou um total de 1.430 ligações recebidas. Em funcionamento desde o dia 26 de março, o serviço presta esclarecimentos sobre o novo coronavírus para quem tiver dúvidas sobre a doença, além de oferecer serviço de acolhimento psicológico e orientações relacionadas aos programas de doações no âmbito estadual.
O serviço de teleatendimento ocorre diariamente, das 7h às 23h, inclusive aos finais de semana, pelo telefone (84) 3190-0700, e está disponível para todo o território potiguar. Em abril, também passou a oferecer atendimento virtual por meio do aplicativo Whatsapp. Nesse caso, o interessado deve adicionar o número à sua lista de contatos e iniciar uma conversa ou enviar uma mensagem diretamente por meio do WhatsApp Web, pelo link https://wa.me/558431900700.
A ação é uma iniciativa conjunta do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Saúde Pública (Sesap); Administração (Sead); Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas); e Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semjidh), com a UFRN, UnP e Unifacex, além do apoios da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, Instituto Bem-Te-Vi, Escola Brasileira de Psicanálise e Interjato Soluções.
Informações e esclarecimentos sobre a doença
A maioria dos atendimentos recebidos foram relacionados a busca de informações por pessoas com dúvidas sobre a Covid-19. São comuns, por exemplo, questionamentos sobre vias de contágio, higienização, grupos de risco, medidas de prevenção e isolamento, necessidade de ir ao hospital, modificações na rotina dos serviços gerais, precauções que podem tomar dentro de casa, entre outros.
Nesse serviço, atuam mais 400 voluntários, entre servidores públicos, professores e estudantes integrantes do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/UFRN). Os atendentes, que recebem as demandas e prestam os esclarecimentos à população, se alternam em plantões e são formados, na maioria, por graduandos da área da Saúde. Eles são orientados pela equipe de tutores, composta pelos professores e profissionais formados da área médica, que são responsáveis por repassar informações atualizadas, decretos e portarias, normas regulamentadoras e boletins diários.
“Cada pessoa tem uma história,  uma  necessidade diferente. Procuramos deixá-las bem à vontade para perguntar e tentamos ouvir com calma e atenção para criarmos uma relação de confiança. Ainda é uma situação nova, as pessoas estão cheias de dúvidas, receios. Por isso, tentamos acolher da melhor forma possível”, afirma a voluntária atendente Brenda Carlos, aluna do 6° período  de Odontologia da UFRN.
Acolhimento psicológico
Com o intuito de ouvir quem precisa de um apoio emocional durante a pandemia, o serviço de acolhimento psicológico também está disponível via Disque Prevenção ao Coronavírus, este exclusivamente via ligação telefônica. A equipe de atendimento é composta por dezenas de psicólogos e psicanalistas voluntários do estado, entre professores, profissionais autônomos e aposentados, que se revezam em sistema de plantões e ficam à disposição para ouvir as pessoas.
“O objetivo do acolhimento psicológico é dar esse apoio, escutar o outro, ajudar numa situação de ansiedade, pânico, entre outros problemas que possam vir a acontecer devido ao isolamento e o medo do vírus”, destaca a psicóloga e coordenadora de Saúde Mental da Sesap, Ana Eloá.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Açude de Olho d'água PB estoura e deixa população em perigo

RN registra 832 casos de coronavírus, 4122 suspeitos e 2966 descartados; 45 óbitos, sendo 01 nas últimas 24 horas


Foto: Reprodução
A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) atualizou os dados do coronavírus no RN nesta segunda-feira (27). O mais recente boletim epidemiológico soma 832 casos de Covid-19 no RN. São 07 casos a mais que no domingo, quando registrou 825 infectados.
Agora são 45 mortes causadas pela pandemia no estado com 01 óbito registrado nas últimas 24h.
O número de curados se mantém em 289, dados sujeitos a alterações a partir da evolução dos casos e à medida que os municípios enviarem seus dados, observa a Sesap. A última atualização do número de curados foi no dia 22 de abril.
O número de suspeitos chega a 4.122, são 133 a mais que no domingo – (3989). Os casos descartados são 2.966, enquanto no boletim anterior eram 2.964.

Confira os registros de chuva neste domingo no Seridó



🌨️SÍTIO RIACHO/SABUGI/CAICÓ – 21mm
🌨️SÍTIO CACHOEIRINHA/PALMA/CAICÓ – 19,5mm
🌨️DISTRITO PALMA/CAICÓ – 15mm
🌨️SÍTIO MANHOSO/ CAICÓ – 10mm
🌨️SÍTIO UMARI/CAICÓ – 08mm
🌨️SÍTIO SAQUINHO/CAICÓ – 10mm
🌨️SÍTIO CARRAPATEIRA/CAICÓ – 09mm
🌨️SÍTIO CASA NOVA DE BREJINHO/SÃO JOÃO DO SABUGI – 45,5mm
🌨️SÍTIO CAMPO GRANDE/SÃO JOÃO DO SABUGI – 30mm
🌨️SÍTIO JERUSALÉM/SÃO JOÃO DO SABUGI – 40mm
🌨️SÍTIO MATA FOME/SÃO JOÃO DO SABUGI – 05mm
🌨️SÃO JOÃO DO SABUGI/RN – 13mm / 30mm
🌨️IPUEIRA/RN – 08mm
🌨️SÍTIO LOGRADOURO DOS ENÉAS/T. DOS BATISTAS – 26mm
🌨️SÍTIO JUÁ/TIMBAÚBA DOS BATISTAS – 33mm
🌨️TIMBAÚBA DOS BATISTAS/RN – 08mm
🌨️SÍTIO PITOMBEIRA/SERRA NEGRA – 30mm
🌨️SÍTIO FLORESTA/SERRA NEGRA – 23mm
🌨️SÍTIO POÇOS/SERRA NEGRA – 19mm
🌨️SÍTIO PICOS/ SERRA NEGRA DO NORTE/RN – 39mm
🌨️SÍTIO ANGICOS/SERRA NEGRA – 12mm
🌨️LAGOA DA SERRA/SERRA NEGRA DO NORTE – 18mm
🌨️SÍTIO CURRAL QUEIMADO/SERRA NEGRA – 39mm
🌨️SÍTIO BARRA DA MANIÇOBA/SERRA NEGRA – 18mm
🌨️SÍTIO ALECRIM/SERRA NEGRA – 10mm
🌨️SÍTIO ARAPUÁ/ SERRA NEGRA DO NORTE/RN – 39mm
🌨️SÍTIO ENTRE SERRAS/SERRA NEGRA – 33mm
🌨️SÍTIO BARRA DA CARNAÚBA/SERRA NEGRA – 15mm
🌨️SERRA NEGRA DO NORTE/RN – 26mm
🌨️SÍTIO JUAZEIRO/JARDIM DE PIRANHAS – 09mm
🌨️SÍTIO FECHADO/JARDIM DE PIRANHAS – 05mm
🌨️SÍTIO ESTREITO/JUCURUTU – 06mm
🌨️RAFAEL GODEIRO/RN – 15mm
🌨️SÍTIO SANTA LUZIA/B. BRJO DO CRUZ – 12mm
DIVULGAÇÃO: DJALMA MOTA Fonte-http://www.jairsampaio.com/