Fm Jardim

terça-feira, 16 de abril de 2013

Fotógrafo de jornal é assassinado com três tiros

mao armadaO repórter fotográfico Walgney Assis Carvalho, 43 anos, foi morto no domingo, 14, à noite com três tiros em Coronel Fabriciano, perto de Ipatinga, cidade do interior mineiro. Ele trabalhava em dupla com o jornalista Rodrigo Neto – assassinado na mesma região há 37 dias – para o Jornal Vale do Aço. A suspeita é que Walgney, que também trabalhava para a polícia, tenha sido eliminado por conhecer os autores do crime anterior.
Foi o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado Durval Ângelo (PT-MG), quem levantou a hipótese de a morte de Walgney ser “queima de arquivo”. “A CDHumanos, logo após a morte de R Neto, recebeu denúncias de que ele sabia autoria”, escreveu ele no Twitter em mensagem encaminhada à ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário.
Fonte:blog Robson Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.