Fm Jardim

sábado, 20 de fevereiro de 2016

BENEFÍCIOS DO CHOCOLATE AMARGO

Alguns de nós precisamos de um motivo convincente para comer chocolate. O sabor e a elevação momentânea de humor costumam ser suficientes para muitos não pensarem duas vezes. É claro que esta não é a única forma de melhorar seu humor. Na verdade, cultivar um jardim em casa também pode ser ótimo para colocar um sorriso no seu rosto.
Chocolate amargo, puro, sem adulteração poderá simplesmente salvar sua vida.
Mas na quantidade certa, o chocolate amargo pode trazer benefícios surpreendentes para a sua saúde, escreve Will Clower, PhD, autor do livro Eat Chocolate, Lose Weight. “O fato de que culturas consideradas saudáveis possuem uma grande quantidade de consumidores de chocolate, nos mostra de forma lógica que o consumo moderado e regular pode servir como uma deliciosa vitamina”.
É claro que você precisa comer o chocolate certo. A maioria deles só serve para engordar mesmo. Os benefícios para a saúde só podem ser alcançados se você consumir o chocolate que possui pelo menos 70 por cento de cacau.
Além de ter a fama de afrodisíaco e de melhorar o humor, temos mais sete motivos concretos para você comer um pedacinho de chocolate todos os dias.
Uma pele mais saudável
Chocolates são ricos em antioxidantes e deixam sua pele mais suave e mais resistente a queimaduras do sol. Uma pesquisa publicada no European Journal of Nutrition, mostrou que consumir cacau constantemente por 12 semanas reduz a perda de umidade na pele em 25 por cento. Outro benefício? Menos queimaduras solares. Pesquisadores britânicos descobriram que pessoas que consomem chocolate amargo regularmente possuem o dobro de proteção contra os raios UV, ao contrário daquelas que preferem o chocolate ao leite. O cacau aumenta a circulação sanguínea na camada superior da pele, deixando os vasos sanguíneos mais preparados para resistir aos efeitos da desidratação e queimaduras.
Dentes saudáveis
Enquanto o açúcar dos doces apodrece os dentes, o cacau pode protegê-los. Os grãos de cacau contêm compostos antibacterianos que inibem a formação de placa bacteriana e biofilmes, onde as bactérias causadoras da cárie podem prosperar. Na verdade, um estudo feito com crianças indígenas que não haviam escovado os dentes por quatro dias concluiu que uma única lavagem com antisséptico bucal à base de cacau diminuiu em quase 50 por cento a placa bacteriana e matou 21% das bactérias.
Menos desejo por doces e mais ganho de peso
O cacau é rico em fibras e proteínas: uma barra de chocolate amargo de tamanho padrão contém 4 e 8 gramas, respectivamente, de cada um destes nutrientes. Mas há outro fato interessante sobre o chocolate: pesquisadores da Holanda constataram que pessoas que apenas cheiravam o chocolate com 85 por cento de cacau tinham uma diminuição no apetite de até 50 por cento. Aparentemente, cheirar o chocolate amargo estimula a produção de um hormônio que diminui o apetite.
Um coração mais saudável
O chocolate costuma ser considerado perigoso por conter manteiga de cacau, que é rica em gordura saturada. Mas como outras boas formas de gorduras saturadas, como o óleo de coco, a manteiga de cacau faz bem para a saúde. Um terço da gordura da manteiga de cacau é puro ácido esteárico, que seu fígado transforma em uma gordura monoinsaturada saudável, chamada ácido oleico. Este ácido diminui os níveis do colesterol ruim e aumenta os níveis do bom. Além disso, os vários compostos anti-inflamatórios do cacau ajudam a combater a inflamação vascular crônica, melhorando a flexibilidade dos vasos sanguíneos, reduzindo a pressão arterial e impedindo que as plaquetas entupam as paredes das artérias.
Mais foco no dia a dia
Ressonâncias magnéticas têm mostrado que o chocolate aumenta a circulação do sangue para o cérebro, o que pode melhorar sua concentração. Consumir uma pequena quantidade de chocolate amargo por 5 dias pode aumentar o fluxo de sangue para o cérebro de adultos durante tarefas cognitivas.
Menos ansiedade
O estresse faz o seu corpo produzir cortisol, que desencadeia o acúmulo de gordura abdominal ou visceral, que pode contribuir para a depressão, doenças cardíacas e derrames. Um estudo feito em 2009 concluiu que pessoas que consomem aproximadamente 40 gramas de chocolate todos os dias diminuíram consideravelmente seus níveis de cortisol. Outro estudo, feito um ano mais tarde, mostrou que o consumo diário de chocolate amargo durante 30 dias diminuiu os níveis de ansiedade dos participantes em 10 por cento.
Um treino mais eficaz
O chocolate pode aumentar sua energia antes do treino e reduzir a dor depois. O cacau possui dois tipos de antioxidantes que aumentam a absorção de nutrientes dos músculos, o que pode ajudá-lo a ter mais energia para se exercitar. Segundo um estudo, estes antioxidantes aumentam em até 30 por cento a resistência à fadiga de animais de laboratório após duas semanas de consumo de cacau. Os compostos anti-inflamatórios do cacau diminuem em até 5 vezes a sua percepção da dor. Qual é a melhor pedida aqui? Depois do treino, coloque alguns pedacinhos de chocolate amargo debaixo da língua e deixe-os derreter.
A chave é a consistência, diz o Dr. Clower. Ele recomenda que você consuma 40 gramas de chocolate por dia por pelo menos oito semanas, com cada porção diária dividida em oito pedacinhos de 5 gramas. Deixe os pedacinhos derreterem na sua boca lentamente. Precisa de algumas ideias para incorporar o chocolate na sua dieta?
Se você não gosta de chocolate amargo, pode adicionar uma quantidade equivalente de cacau em pó à sua dieta. Cinco gramas de cacau em pó daria aproximadamente uma colher de chá. Você pode encontrar versões orgânicas do produto em lojas de alimentos naturais.
FONTE-YAH00.COM.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.