Fm Jardim

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Baile de máscaras abre Carnaval de Natal

A tradição não é tupiniquim, é da renascença italiana dos séculos do guaraná de rolha, pelos anos escuros da era medieval. Foram os personagens da popular Commedia Dell‘Arte, como o Arlequim e a Colombina, além do chorão Pierrot quem influenciaram o já tradicional baile de máscara do carnaval brasileiro e que hoje abre oficialmente o carnaval de Natal. De máscara borboleta, a prefeita Micarla de Sousa entrega as chaves imaginárias da cidade ao rei gorducho e sua musa-bailarina para o início da gandaia momesca. Não me leve a mal, mas agora, sim, após enxurrada de prévias, é carnaval. Se o teatro italiano exibia tragédias e comédias encarnados na interpretação de atores mascarados, o que se espera hoje no largo do Atheneu, em Petrópolis, é o início oficial da alegria. Às 22h a chave da cidade será entregue pela prefeita ao Rei e à Rainha do carnaval. E para se manter na cadência dos frevos e marchas-rancho vistos em inúmeras prévias carnavalescas, a compositora-intérprete Valéria Oliveira e convidados os mais ilustres, como nosso Capiba potiguar, Dosinho, lançam o Cd Sem Perder o Passo, também como parte da programação. A proposta do álbum e do grande show de lançamento é registrar a forma como se brinca e se faz o carnaval em Natal e no Rio Grande do Norte. Todos os dezesseis artistas e compositores que participam do Cd são potiguares. Nove deles já confirmaram presença no baile: Isaque Galvão, Khrystal, Sueldo Soares, Simona Talma, Luiz Gadelha, Mariângela Figueiredo, Ângela Castro e Rodolfo Amaral. Dosinho escanteou este ano o carnaval pernambucano onde tradicionalmente recebe homenagem para participar como convidado especial. Também estão no álbum os artistas Babal, Mirabô Dantas, Tiquinha Rodrigues, Ângela Castro, Concita Alves, Lane Cardoso e Liz Rosa. Segundo a idealizadora do Cd, Valéria Oliveira, o intuito do álbum é disseminar a alegria da música natalense à população de Natal e aos turistas que estão na cidade no período carnavalesco. ‘‘Queremos que levem nossa alegria, nossa cultura e nosso carnaval por toda Natal, pelo Brasil e pelo mundo afora - este ano e depois’’. E sugere cantarolando: ‘‘Hoje eu quero sair por aí, onde esse som me levar’’, trecho da canção É de mar, de autoria de Babal e da própria Valéria. FONTE: EQUIPE DO DIÁRIO DE NATAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.