Os Serviços do Detran

Os Serviços do Detran

terça-feira, 17 de maio de 2016

Só piora...! Cresce número de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes no RN, em 2015.


Na luta contra a pedofilia ligue 100

Hum...! Uma vergonha de todas as cores...! Isso mesmo, dados da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (DCA),  apontam que o Rio Grande do Norte registrou 344 denúncias de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes em 2015. Em Natal(RN), a Zona Norte lidera o ranking da vergonhs, em  número de ocorrências denunciadas nas delegacias de Polícia Civil,  com  110 denúncias de casos de violência sexual, seguida da Zona Oeste, com 66; a Zona Leste com 41, e a Zona Sul, 25.  Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estudos, Pesquisas e Formação para a Inovação Social ( Ibepis ),  às vésperas do 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, data em que as instituições renovam necessidade de conscientização e mobilização da sociedade sobre a importância de combater esses crimes. A estatística supera 2014, quando foram registrados 339 crimes desse tipo no estado. Os números reúnem todos os casos denunciados na própria delegacia especializada, além das delegacias de plantão e através de Boletim de Ocorrência Eletrônico. Os dados recuperam casos de estupro, estupro de vulnerável, aliciamento e exploração sexual. Os principais agentes ofensores são os próprios pais e padrastos das vítimas ou alguém conhecido da família. Já nas situações de exploração sexual, quando alguma vantagem é oferecida,  à vítima em troca da relação, as mães também entram como agentes ofensores. A presidente do Ibepis, Dilma Felizardo alerta sobre a necessidade da regionalização das delegacias especializadas de atendimento às crianças e adolescentes, além de reestruturação da rede de defesa e promoção dos direitos da criança e do adolescente. 
dilma felizardo
Só pra registrar,  o Ibepis foi fundado em 12 de dezembro de 2005,  por pesquisadores e profissionais ligados aos Direitos Humanos. Através de estudos, pesquisas sociais, cursos de formação e capacitação e difusão de informação, proposição de políticas públicas e articulação com os diversos setores da sociedade, o instituto vem contribuindo como ferramenta de inovação e transformação social.
Fonte: Zum zum da Abelhinha 
Fotos: Reprodução
Fonte-http://www.walterbatista.com.br/2016/05/so-piora-cresce-numero-de-abuso-e.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário