Os Serviços do Detran

Os Serviços do Detran

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Após a merda que fez, Diogo Mainardi pede desculpas a Hulk e ao Nordeste

Depois de dar declarações polêmicas sobre o povo nordestino durante as eleições presidenciais, quando chamou a região de “bovina” e utilizar termos como “subalterno” e pouco educado”, o jornalista Diogo Mainardi, da Globo News, se desculpou. No programa Manhattan Connection de domingo (2), ele pediu perdão por ter ofendido o Nordeste e citou o nome do atacante Hulk, que o criticou através das redes sociais.
“Não tem troco. Peço desculpas ao Hulk e a todos que se sentiram ofendidos. Não era minha intenção ofender ninguém. Minha intenção era ofender a mixórdia petista que usou e abusou dos programas sociais do governo para rebanhar votos nas regiões mais pobres do País, em especial o Norte e o Nordeste”, afirmou Mainardi, que perdeu a linha após a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).
“Essa eleição é a prova de que o Brasil ficou no passado. Não é Bolsa Família, não é marquetagem. O Nordeste sempre foi retrógrado, sempre foi governista, sempre foi bovino, sempre foi subalterno durante a ditadura militar, depois com o reinado do PFL e agora com o PT. É uma região atrasada, pouco educada, pouco construída, que tem uma grande dificuldade para se modernizar na linguagem. A imprensa livre só existe da metade do Brasil para baixo. Tudo que representa a modernidade tá do outro lado”, falou Mainardi.
“Sei que o termo bovino ofendeu muita gente, peço mais uma vez desculpas, mas gostaria de esclarecer que ha décadas e décadas nós usamos os termos curral eleitoral e voto de cabresto para designar compra de votos. Imaginar um nordestino num curral ou um nordestino com um cabresto não é diferente de bovino. Não pretendi em momento algum culpar a vítima da manipulação e sim quem a pratica. Só isso”, completou Mainardi.
Fonte=http://www.robsonpiresxerife.com/notas/apos-a-merda-que-fez-diogo-mainardi-pede-desculpas-a-hulk-e-ao-nordeste/#.VFoT0leO7w8

Nenhum comentário:

Postar um comentário